Inicio / Colaboradores / Integración Brasilero-Venezolana / Assunto: Caso clinico de lesoes no couro cabeludo

Assunto: Caso clinico de lesoes no couro cabeludo

Prezados colegas, gostaria de apresentar este caso clinico:
Jrma, vigilante – primeira visita em 12/6/2008
QP – problema na cabeca. Ha alguns meses. Colega prescreveu eritromicina solucao topica, que amenizou o quadro por um tempo, mas recidivou, progredindo pelo couro cabeludo. Ha prurido ocasional, mais quando sarando. Deu so no couro cabeludo, parece acne. Nenhum contactante desenvolveu caso similar. Houve melhora quando tomou amoxicilina para tratamento dentario.


Nao faz uso de medicamentos, nao e’ alergico a nada, e de outra forma, bastante saudavel.
Ao exame fisico, apresenta estas lesoes, pustulosas, no c. cabeludo:

A cultura mostrou: STAPH AUREUS SENSIVEL A OXACILINA, LINESOLIDA, GENTAMICINA, CIPROFLOXACINA, MINOCICLINA

RESISTENTE A RIFAMPICINA, ERITROMICINA, CLINDAMICINA, SUC, ERITRO,CLINDA, SULFAM.TRIMETROPIM

CRESCEU Tambem CANDIDA SP

Entao, prescrevi CIPROFLOXACINA 500 MG ——————
TOMAR 1 CP AO DIA POR 7 DIAS. EVITAR SOL

7 DIAS APOS A ULTIMA DOSE, TOMAR:

FLUCONAZOL 150 MG ———————–1
TOMAR 1 CP VO EM DOSE UNICA

Localmente, creme com acido fusidico, com atencao aos focos como narinas, etc, xampu antisseptico
Hoje, 15 julho 2008, voltou dizendo que tomou as duas medicacoes acima, sem nenhuma melhora. Ao persistir por conta propria no ciprofloxacino, passou a sentir alguma melhora, mas o maximo que obteve foi o quadro das fotos previas.
Gostaria de saber o que pensam os colegas. Desculpem minha ignorancia, mas estariamos diante de algum quadro “novo” mais incomum, que eu nao esteja conseguindo identificar ?. Se for apenas uma piodermite mesmo, e ja que o paciente e’ saudavel, e o remedio foi de acordo com o TSA, porque nao funcionou, tal qual em outros pacientes em situacao similar – tenho uns 10 pacientes com casos parecidos, ao longo destes anos…?? Voces biopsiariam? Qual suas opinioes??
Muito grato desde ja,
george

—————————————–
RESPOSTAS EM DERMLIST:

16.7.2008
DR. JAIRO MESA COCK

Assunto: caso clinico de lesoes no couro cabeludo

Hola George: claramente, el aspecto es de foliculitis; le haria HIV, VDRL, investigará virus (herpes simple recidivante?) y tomaría la biopsia…. no hay piojos?

Un saludo,

Jairo Mesa Cock
Manizales, Colombia

—————————————–

DRA. OLENIA PESANT

Assunto: ( re Caso George/ lesoes c. cabeludo)

Neste caso utilizo Permanganato de potasio duas veces al días depois de tomar banho y que fique no coro cabeludo para que seque com ar. Depois creme antibiótica como voce indicou. A dosis de Cipro aumentaria a 1 gr ao día (Dividido cada 12 hr)
Medidas de higiene con roupa de almofadas, diario para hervir.
Foliculitis, que si recidivar faría provas demoradas para inmunidad celular para indicar inmunomodulador sistémico.
Saludos y saudades
Dra Olenia Pesant
CUBA

—————————————–
DR. LEONARDO MELLO FERREIRA

Assunto: Caso Dr. George

Olá George, acho que a hipótese de piodermite e a escolha do
antibiótico estão corretos. Sugiro um aumento da dose: Cipro 500 2 x
dia 14 dias. Caso não houvesse controle do quadro, pensaria em usar
isotretinoína VO. Abraços.
Leonardo Mello Ferreira

DR. GEORGE BARROS LEAL JR.

Assunto: agradecimento/re caso clinico de lesoes no c cabeludo

Estimados Jairo, Olenia e Leonardo, muito grato pelas consideracoes. Ajustarei a dosagem da ciprofloxacina e as outras medidas, e espero ter bons resultados… apesar de contar com alguns casos similares, que exporei oportunamente, com falhas e persistencia destes quadros de lesoes tipo foliculites no c. cabeludo – o que tem me levado a fazer algumas consideracoes….em alguns pacientes ate ja usei a isotretinoina sistemica, como voce, Leonardo, sugere, mas infelizmente so num paciente funcionou (ao contrario da excelente experiencia que tenho tido em casos de foliculites no tronco, que tambem apresentarei brevemente – refratarias, mas com otimo resultado com a isotretinoina). Jairo, nao ha piolhos no c. cabeludo. Implementarei vossas sugestoes e exames. Um abraco,

george

—————————————–

17.7.2008
DR. CARIM ATTONI

Assunto: Piodermite

Caro amigo George,

Seu caso clinico parece ter sido retirado de 02 casos recentes por mim atendido. Mesmo resultado da cultura e uso dos mesmos antibioticos. Aproveito a oprtunidade para divagar se haveria resistência do Stafilo “in vivo “. Alguma medicação mais efetiva ? Um dos casos estava evoluindo com cicatrizes atroficas e encaminhei para a infectologia na tentavia de erradicação da bacteria. Só consegui observar nestes pacientes um quadro de seborréia e “stress”.
abraços
carim

—————————————–
DR. DORIVALDO CARVALHO

Assunto: (re caso George)

Prezado Doutor George

anos atrás tive um caso em tudo semelhante ao seu….
era um rapaz de 21 anos, soldado do exército, com a alegação de que as lesões não melhoravam por mais que ele trocasse de medicamento.
relatou ainda que outros colegas do seu quartel tinham lesões iguais….
comparando o seu caso com aquele , encontrei 2 coincidências:
-o cabelo da região temporo-parietal é cortado curtinho, creio que se diz máquina 1 ou 2, acredito que o outro lado também assim o seja.assim como era o cabelo dos soldados naquela época no Rio de Janeiro;
-o soldado tinha obrigatoriamente que usar um gorro com pala, um boné, de tecido grosso, com uma aba frontal, às vezes 8hs por dia , às vezes 24horas quando estava de plantão, o seu paciente sendo vigilante talvez tenha que usar um boné da firma também.

na época inferi que o fator desencadeante e pertuador seria o trauma do corte do cabelo, com a máquina 1 ou 2, sempre no mesmo local, ou seja, no barbeiro do próprio quartel, o que explicaria talvez as lesões nos demais colegas do soldado.
pedi a ele para me passar o seu boné…. que por sua vez estava muito suado e pegajoso….

concluindo… naquele caso pedi a ele que mudasse de barbeiro, trocasse de gorro quatro vezes por dia, lavasse todos rigorosamente em água quente com Lysoform, e prescrevi um antibiótico tópico da própria farmácia do exército, bacitracina ou neomicina, já não lembro mais….

30 dias depois ele voltou, e felizmente, não estavam lá as lesões.
bom, será que na etiologia do seu paciente não teria algo semelhante?

não creio que seja um outro diagnóstico não.
salvo se quisermos elocubrar teses academicistas. :)
grande abraço.

Dorivaldo Rodrigues Carvalho

—————————————–

. DR. GEORGE B LEAL JR.

Assunto: re Dr. Dorivaldo

Prezado Dr. Dorivaldo, muito grato pela opiniao! E de fato, o paciente trabalha como seguranca, certamente deve usar um gorro tambem. Vou verificar este interessante aspecto.

um abraco,

george

Assunto: Caso clinico de lesoes no couro cabeludo/ re Carim

Prezado amigo Carim,

desculpe-me a ousadia do raciocinio (e a ignorancia!) mas as vezes penso que estamos diante de uma nova entidade nosologica….Tenho tido alguns poucos casos de pacientes como
este, geralmente homens, que de hora para outra apresentam as lesoes pustulares pelo couro cabeludo, como se as tivessem contraidos, tal qual uma foliculite comum que fica cronica,
tipo de repeticao. Em mais de 60 mil pacientes cadastrados no computador, tenho a impressao de que casos como o que segue, vi no maximo em 10 pacientes. Normalmente sao casos
em que ja foram usados muitos remedios topicos, antibioticos sistemicos, como se houvesse como voce diz, uma resistencia in vivo, diferente do resultado laboratorial que mostra
sensibilidade ao antibiotico x ou y….Tenho quase sempre feito cultura e tsa, orientado o tratamento de acordo com o resultado, mas tem sido normalmente frustante. Como falei ao
Leonardo, apos sua sugestao da isotretinoina, tambem tenho ate uma interessante serie de pacientes com lesoes similares no tronco, com otimo resultado com isotretinoina sistemica
(cujas fotos postarei brevemente), mas nestes casos no c. cabeludo a propria isotretinoina tambem tem falhado nos poucos casos que usei….Vou proceder como nossos ilustres colegas
sugeriram, e se persistir, biopsiarei….
obrigado,
george

Acerca de George B. Leal Jr

4 comentarios

  1. Adriano Bandeira

    Caros colegas, sera que nestes casos o paciente pode ter intimo contato com cães, o que poderia estar levando a ele ter o M. canis. Podendo tratar com Griseofulvina Microcristalina?

    Obrigado,

  2. Foliculite dissecante do couro cabeludo

    Junto com os cistos pilonidais, com hidradenite supurativa e a acne conglobata, forma o quarteto de situações ligadas a oclusão folicular. Mais comum em homens, caracteriza-se por múltiplos nódulos e abcessos, dolorosos, nas regiões vertical e occipital do couro cabeludo, por vezes interconectados por trajetos fistulares. Com progressão da moléstia instala-se a alopecia cicatricial.

  3. Obrigado, Juliane, pelo comentario, que analizarei com mais calma, mais tarde, ok?? grato, george

  4. Não seria herpes?

    Abraços,

    Adriana

Deja un comentario

Para casos clínicos, sólo se publicarán comentarios de Suscriptores Especialistas de Salud registrados en nuestra base de datos.

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

 

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies